Poesia

O ano que se passou…

Mais um ano se findou.

E o que nos vêm ao coração? Decepções, frustrações, desilusões?

Será que apenas as decisões erradas que tomamos, as palavras que não dissemos, as pessoas que magoamos, as desculpas que não pedimos, as barreiras que enfrentamos?

Será que apenas os momentos que não aproveitamos, os passeios em que não fomos, as viagens que não fizemos,  os livros que não lemos, os filmes a que não assistimos?

Será que só pensamos no que se perdeu, naquilo que nos entristeceu, enfureceu?

E por que não pensar nas muitas bênçãos e milagres que se recebeu?

O sol que nasceu e se pôs a cada dia, a chuva, o calor, o alimento, as flores que se abriram, o canto dos pássaros que se ouviu.

O casamento que aconteceu, o bebê que nasceu, a porta de emprego que se abriu, o aumento que finalmente saiu, uma bolsa de estudo que se ganhou, uma boa nota que se tirou.

O livramento de um tombo, de uma batida, de um assalto, de um incêndio, a cura de uma gripe, de um câncer, de uma mágoa, de um ressentimento.

A conversão de uma pessoa perdida, a reconciliação de uma pessoa querida, o reencontro com alguém que há muito não se via, novos amigos que se conquistou, velhos amigos que se preservou.

Um sonho realizado, um propósito confirmado, o despertamento, avivamento, a paz, segurança, esperança, alegria, restauração, proteção, a vida!

Ah, não há maior bênção do que essa: a vida!!!

E me refiro à vida de cada pessoa, cada parente, amigo, colega de trabalho, irmão em Cristo, vizinho, o balconista da padaria que te atende todo dia.

Cada pessoa que começou o ano junto com você e que pela graça, misericórdia e vontade de Deus irá terminar o ano junto também.

E o que dizer então da vida mais que abundante que Jesus nos deu???

Não há como mensurar, explicar…

E não há como negar que houve momentos difíceis, os quais nos fizeram chorar, pensar em desistir, sumir.

Mas podemos sim confirmar, se possível gritar, que em cada um desses duros, amargos momentos,
Deus estava presente, enxugando cada lágrima, afagando nossa cabeça, cantando uma canção de ninar bem baixinho para descansarmos em seu colo.

O choro durou toda a noite, mas a alegria raiou junto com o sol.

Cada decepção que sofremos Deus nos ensinou mais uma vez a amar e perdoar.
Cada perda que tivemos Deus nos ensinou mais uma vez a valorizar e agradecer por aquilo e aqueles que temos.
Cada decisão errada que tomamos Deus nos ensinou mais uma vez da importância de consultá-lo antes de tudo, e em alguns casos, até nos deu uma 2° chance para acertar.
Cada pessoa que magoamos Deus nos deu a consciência do erro, arrependimento, coragem e humildade para pedir perdão.
Cada luta que enfrentamos Deus nos deu as armas necessárias, a força precisa, o equilíbrio e a vontade de vencer.

Passamos pelo fogo, mas não nos queimamos.
Passamos pelas águas, mas não nos afogamos.
Passamos pelo vale da sombra da morte, mas não tememos mal algum.
Porque Deus nos ajudou, fortaleceu e sustentou com a destra da Sua justiça.

Agradeço a Deus por todas as coisas que aconteceram no decorrer desse ano, independentemente de considerá-las boas ou ruins.

Pois sei que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito (Romanos 8:28).

E entrego o proximo ano nas mãos do Deus Todo-Poderoso para que a sua boa, agradável e perfeita vontade seja feita em minha vida!!!!

Feliz Ano Novo!!!

* Texto feito em dezembro de 2007

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s