Poesia

Outra chance!

Confiança e Decepção. Não deveriam, mas quantas vezes essas duas palavras andam juntas.

Eu mesmo já confiei em pessoas que sequer me fizeram imaginar que poderiam decepcionar, mas que no fim, foi exatamente o que fizeram. Porque quiseram ou porque simplesmente não tiveram como evitar. Algumas pediram perdão e outras deram um sorriso sem graça, como se estivessem dizendo: “ops, deixa pra lá, isso acontece!”.

Também já confiei em situações que aparentavam serem perfeitas ou inabaláveis, mas que no fim, causaram apenas frustração e mágoa.

Em todas essas vezes que me decepcionei, a minha vontade foi fechar o coração e não voltar a confiar em mais ninguém. Mas com o tempo, percebi que essa não seria a melhor atitude e nem a mais sábia.

Eu também já decepcionei e causei dor. Mas me arrependi e tive outra chance. Então, por que ser tão dura com as pessoas que quero bem? Por que ser tão dura com a vida?

Ficar com um pezinho atrás é prudente, mas tenho aprendido que não posso construir muros. Então, apesar de todo o medo e risco, me permito confiar nas pessoas, pois como costumo dizer, a vida sempre tem pessoas e situações surpreendentes para nos apresentar!

E sempre que a decepção se fizer presente e a dúvida for “ficar ou fugir para longe”, que eu possa decidir a aprender a viver de novo. E a amar de novo!

*Post meu também publicado em Mais Viver Unimed Paulistana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s