Poesia

Aquilo que mudou…

Por que será que em tão pouco tempo as coisas mudam?
Por que será que só percebemos que elas mudaram depois de tanto tempo?

Mudanças nas perspectivas, nas prioridades. 
No que sinto, no que sonho. 
No caminho, na companhia.

Algumas mudanças, eu quis assim. 
Outras que a vida, em suas brincadeiras sem sentido, decidiu por mim…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s