Poesia

Pelo outro, gigante quero ser

Eu já quis ser grande
Por motivos que pareciam dignos
Por outros, nem tanto.
Para parecer importante, forte e indestrutível
Pelas razões que hoje são irrelevantes.
Mas quem disse que ser grande é
Garantia contra falhas, erros e lágrimas?

Pois ninguém me disse!
Mas outra voz,
Gritando, aqui dentro, me revelou:
“É olhando para o outro,
Olho no olho,
De gente para gente,
Que faz todo sentido ser grande… gigante”.

Para que assim,
Quando o outro sentir medo,
Meus braços gigantes possam abraçá-lo em segurança.
Quando sem forças,
Meus pés gigantes possam caminhar por ele.
Quando cheio de dúvidas,
Meus ouvidos gigantes possam ouvi-lo.

Para que assim,
Quando o outro sentir dor,
Minha alma gigante possa confortá-lo.
Quando o outro estiver em perigo,
Minhas mãos gigantes possam, sem demora, socorrê-lo
E quando injustiçado, acusado, desrespeitado,
Minha voz gigante possa erguer-se em seu favor.

Para que assim,
Quando o outro estiver cheio de sonhos,
Minha vontade gigante possa com ele sonhar.
Mas quando o outro não sentir esperança,
Minha fé, gigante tal um grão de mostarda, possa crer por nós dois.
E quando sentir-se pequeno, sem rumo, insignificante,
Meu amor, mesmo oscilante,
Possa torná-lo gigante.

Porque entendi que só faz sentido
Ser gigante pelo outro,
Com o outro,
Juntos.

Poesia

Aos Amigos

Aos amigos
de longa data e novos;
que estão perto, mesmo quando longe;
que compartilham sonhos e realizações;
que choram juntos, oferecendo abraço e colo;
que se importam, se preocupam, se dispõem.

Aos amigos que riem se eu tropeço;
que me corrigem quando erro;
que esperam comigo o ônibus, mesmo quando digo que tudo bem eu ficar sozinha;
que me acompanham até em casa, até o próxima loja, até ali.

Que comem a batata do meu lanche do Mc, pois sabem que nunca dou conta de tudo;
que falam pra eu tomar água, fazer exercícios e comer mais;
que me pedem conselhos, mesmo quando não tem intenção de segui-los;
que conhecem meus gostos e indicam livros, filmes e músicas;
que não se intimidam em me indicar filmes, livros e músicas bem diferentes do meu gosto, e com isso, me surpreende.

Que me enviam textos pra eu dar uma olhada rapidinha se está ok a gramática;
que leem, palpitam e divulgam meus textos;
que esperam estar no \”Agradecimentos\” ou ser um personagem de algum futuro livro.

Que amam e respeitam meus pais;
que perguntam dos meus sobrinhos;
que me dizem palavras de animo e de carinho em dias que preciso muito ouvir.

Que procuram devolver meus livros em ótimo estado;
que suportam minhas manias e chatices, não sem antes tentar muda-las;
que retornam minhas ligações.

Que me escrevem cartões no meu aniversário, natal e ano novo;
que me trazem chocolate, principalmente nos dias muito nervosos;
que sabem quando estou brava de verdade ou apenas com sono.

Aos amigos
que desejam o meu bem e me fazem bem;
que entrelaçam sua vida à minha;
que estão junto.

Minha oração hoje e sempre por vocês é simples, é tudo!
Que Deus, o Maior Amigo, os abençoe!

Poesia

Mãe



É quem carrega um dom (recebido dos céus)
Quem dá seu colo (mesmo quando o filho cresce)
Quem carrega outra vida no coração (em todo o tempo)

É quem segura firme as pequenas mãos
Quem aguenta firme quando é preciso dizer não

É quem acalenta na hora do choro
Quem se diverte junto e ri até perder o fôlego

É quem tem uma vontade imensa de pintar um mundo mais colorido 
Quem tem o sonho de derrubar todos os muros (de separação, de preconceito)

É quem inventa mil histórias, ou apenas, reconta a preferida pela milésima vez
Quem passa a noite vigiando a febre, ou apenas, apreciando a tranquilidade do sono

É quem leva para molhar os pés no mar, e se pudesse, levaria também para pular nas nuvens 
Quem afasta os pesadelos, e se pudesse, afastaria todos os medos

É quem cuida das feridas, sem a pretensão de cicatrizá-las
Quem ouve as dúvidas, sem a pretensão de decidir o caminho

É quem quer livrar das dores, mas sabe permitir os tombos necessários
Quem quer estar junto, mas sabe o tempo de deixar partir

É quem cobre de beijos, cafunés, cuidados e conselhos
É quem requer juízo, verdade e respeito

É quem entende as coisas do mundo (de tudo um pouco) 
Quem sabe tudo sobre o mundo do filho (mesmo quando está escondido)

É quem briga, defende
Quem se emociona, se alegra, agradece

É quem dá bronca com razão
Quem dá abraço sem motivo
Quem dá de si, todinha, sem nada pedir em troca

É quem disfarça o cansaço, a dor, as preocupações
Quem chora baixinho, na escuridão, antes de dormir
Quem renova as forças, toda manhã (como será possível?)

É quem teme o futuro, mas não perde a esperança
Quem se decepciona, mas não recusa o perdão
Quem corrige, mesmo com o coração sangrando

É ação, reação
Razão, emoção
Uma coisa de cada vez
E às vezes, todas juntas

E mesmo quando não for, é tudo.
A base, o norte, o abrigo

Mãe
Quem ama.
Com cuidado terno.
Com amor eterno.