Poesia

Respostas dentro de mim

Tempestade que ameaça cair, assustando, desfazendo planos…
O que posso fazer se não confiar?

Decepções que partem o coração, frustram as expectativas…
Conheço  outro caminho que não seja o do perdão?

Desilusões que procuram matar a esperança restante…
Mas como poderia eu deixar de sonhar, se são os sonhos que me fazem acordar para a vida?


Sentimentos que insisto em ignorar…
Para quê o esforço, se lá no fundo eles se tornam cada vez mais fortes?

Muros que se levantam, tentando manter distância daquilo que me é querido…
Mas há como me afastar do que está preso no meu coração e nas lembranças?

Perguntas que faço a mim mesma há muito tempo.
As respostas? Todas dentro de mim e sempre iguais…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s