Poesia

Silêncio

 
Silêncio de reverência ao contemplar a beleza
De indignação, ao perceber a injustiça
De compaixão, ao ver a tristeza
De respeito, ao ouvir o choro

Diante das ofensas, o silêncio é prova da razão
Diante do desconhecido, o silêncio é prova do desafio
Diante das perguntas, o silêncio é sofrimento
Diante das dúvidas, o silêncio faz aumentar as incertezas

Quando as minhas palavras são duras, o seu silêncio me faz considerá-las
Quando o amor está transbordando no peito, o silêncio do seu olhar é suficiente
Quando há perda, o silêncio do seu abraço me traz conforto
E quando há alegria, o silêncio do seu sorriso me faz saber que estamos juntos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s