Poesia

Medo

Qual o seu medo?
Altura, acidente de avião, amar e não ser amado?
Fogo, Fantasma, Futuro?
Ladrão, Loucura, Liberdade?

Medo do mar bravo, braveza dos homens, brevidade da vida?
Medo do que sente, do que sentem por você, do que deixou de sentir?

Medo do próprio medo?
Mas quantos medos você têm?

Do escuro, do monstro, do trovão
De uma doença terminal, de um vírus fatal,
Da mentira, da verdade cruel,
Do desconhecido, do perigo,
De não conseguir, de precisar fugir
De perder, de nunca ter, de morrer.

Medos…
Causam frio na barriga,
Paralisam pernas

E matam sonhos.

Um comentário em “Medo

  1. Real, o medo apaga a luz, tira a visão, nos derrota antes mesmo da luta. Afinal, nos sentimos menores que o desafio.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s