Poesia

Os rumos que a vida dá

A vida está em constante movimento. Pode até ser que siga em linha reta durante um tempo, onde nos aconchegamos em nossa zona de conforto. Mas sem prévio aviso, somos surpreendidos pelo caminho. Aí, a decisão é nossa: nos fecharmos ou nos dispormos a contemplar novas paisagens!

Muitas vezes as mudanças acontecem sem nem percebermos ou querermos. São maiores do que nós e nesses momentos tentamos encontrar uma explicação: coisas do destino, do acaso, da providência divina…

Mas outras mudanças acontecem porque vimos que continuar do jeito que estava não fazia mais sentido. São as mudanças que partem de nós. A tal conversão de rota, colocar em ação o Plano B, dar uma guinada.

E haja coragem para isso! Pois é difícil deixar a “cidade grande” e ir morar no interior, mudar de profissão aos 40 anos ou pedir as contas e arriscar um próprio negócio. Exige esforço mudar um comportamento, uma opinião ou um mau hábito que nos acompanha ao longo dos anos. Mas faz parte da vida. Do movimento.

E quem já passou por isso, decidindo-se pela mudança apesar do medo ou das criticas, sabe que valeu a pena.

A vida é sim imprevisível. Dá muitas voltas, segue outros rumos e, como em contos infantis, tudo pode acontecer. E não é exatamente isso que a faz ser tão maravilhosa?

Eu tenho aprendido a dizer SIM às mudanças. E a causá-las quando isso é o melhor rumo a se tomar. Afinal, coisas surpreendentes sempre podem aparecer ao longo da jornada.

*Texto meu também publicado em Mais Viver Unimed Paulistana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s