Poesia

Um aprendizado com meu pai sobre o valor do trabalho

\”Era 1000 vezes melhor quando eu estava trabalhando. 1000 vezes melhor\”.

Autor dessa frase é meu pai, 70 anos. Ele trabalhou a vida inteira, e está \”parado\” há cerca de 5 anos.

Bem, na verdade, ele está aposentado há 20 anos. Mas mesmo aposentado, ele continuou trabalhando por mais 15. Só parou mesmo quando foi dispensado pelo seu empregador.

O trabalho dele? Lavador de caminhão. Subindo. Agachando. Graxa. Cheiro de óleo. Mãos e braços sempre arranhados. Roupas remendadas.Comida esquentada. Trabalho que agravou seu problema auditivo. Suas dores na coluna.

Trabalhou debaixo de chuva, debaixo de sol. Segunda a sábado. Muitas férias vendidas.
Muitas vezes ele foi humilhado. Por clientes. Por colegas. Pelos próprios empregadores.

Mas ele plantou uma árvore no fundo do seu local de trabalho. Ela ainda está lá.
E ele tratou as pessoas bem. Fez clientes de amigos. Fez brincadeiras para colher sorrisos.
E durante todos os anos (longos) que trabalhou, nunca chegou em casa reclamando. Dizendo que estava estressado. Que não aguentava mais.

Em nenhuma manhã desses anos (longos), fez hora na cama. Fechou a cara. Saiu de casa batendo o pé.

Sabe, meu pai é um cara esperto. Criativo. Inventor. Engenheiro. Sabe das coisas. E foi nesse trabalho \”pesado\” que ele serviu as pessoas, serviu a Deus, serviu a família. Nunca nos deixou faltar nada. E isso é o que um trabalho digno faz!

E esse valor ao trabalho, ele sempre passou para mim e para os meus irmãos. Algo que buscamos levar com a gente. Mas que muitas vezes esquecemos.

Meu pai tem orgulho dos filhos. Sempre que pode, ele diz isso. Tem orgulho dos 4 filhos terem feito faculdade. De dois filhos já terem casado, terem suas casas, suas famílias. De duas filhas terem atravessado o oceano para realizar um sonho, conhecer outro país, estudar.

E como eu sempre digo: ele está muito enganado. Somos nós quem temos orgulho dele.
Hoje não é aniversário de papai (tbm conhecido como vô pithico).

É que ele me disse aquela frase (do começo do texto) ontem pela manhã. E ela ficou por aqui, recuando no meu coração, me fazendo pensar, refletir, considerar…e agradecer.

\”O que tiveres que fazer, que faça brilhar\” – pai

\”Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças\” – Provérbios 9.10


(reflexão de 11/12/2015)

2 comentários em “Um aprendizado com meu pai sobre o valor do trabalho

Deixe uma resposta para Alessandra Correa Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s