Poesia

Palavras

Eu sou apaixonada pelas palavras – as escritas, as faladas, as sentidas.

Descobri nelas, desde cedo, este grande poder: o de entreter e divertir, de inspirar e confrontar, de curar e confortar.

As palavras são os meus gritos de dor, mas também de fé. São minhas expressões de medo, mas também de coragem.

É por meio das palavras, que me conecto: com quem realmente sou, com o outro e com o Deus criador.

É no meio das palavras que encontro este lugar de refúgio, beleza, força, esperança.

É através das palavras que toda a vida, amor e dor que há dentro de mim tentam fluir.

E assim, tal como criança a brincar soprando um dente-de-leão, permito que as palavras – combinadas, ritmadas e às vezes, sem sentido – voem e se espalhem. Quem sabe, elas encontrem outros ouvidos, outros olhos, outros corações.

Poesia

Na janela

Na janela, uma garota a sonhar.

Na janela, ela.
Pensando em tanta coisa.
Sonhando com algumas.
Sentindo tudo.

E decidindo: a janela aberta vai ficar.
Só assim para que outras paisagens (ainda mais belas) possa contemplar.
Só assim para que a luz do sol (e da vida) possa entrar.

Pela janela, Ela vê a esperança.

Poesia

Sobre Fé

Fé é crer em Cristo assim como a árvore seca que sabe que a primavera irá chegar
 

Fé. No dia a dia. Nos grandes dilemas da vida.

Fé. Crer em Ti, confiável. Crer nas Tuas palavras, irrevogáveis. Confiar em Teu amor, eterno. Saber Teu cuidado, sempre terno.

Fé. Nem sempre ver o caminho, mas conhecer o Guia, e por isso, dar o próximo passo sem medo.

Fé. Nem sempre entender a história, mas conhecer o Autor, e por isso, viver o enredo.

Fé. Nem sempre ter respostas, mas conhecer Aquele que tudo sabe, e por isso, descansar enquanto espero.

Fé. Muitas vezes chorar, mas conhecer o Consolador, e por isso, ser confortada.

Fé. Muitas vezes fraquejar, mas conhecer a Rocha, e por isso, ser fortalecida.

Fé. Muitas vezes sofrer, mas conhecer o Amor, e por isso,  saber que jamais estará sozinha.

Fé. Nem sempre saber, mas saber o suficiente: Ele É quem diz Ser. E Ele está comigo, como disse que estaria. Até o fim. 

(e depois disso, quando o fim se tornar um eterno começo)