Poesia

Ação de Graças



Dia de agradecer a Deus por tantas coisas boas recebidas,
Por todas aquelas que nem percebi.
E por aquelas que poderão vir!

Dia de agradecer pelo amor provado,
Pela graça que transborda,
Pela misericórdia a cada manhã.

Pela força quando o caminho é difícil,
Pela razão de seguir,
Pela certeza de Sua companhia.

Pelos sonhos já realizados,
E por aqueles que me fazem sorrir,
Só pela esperança de um dia vivê-los. 

Também é dia de agradecer às pessoas que fazem parte da minha vida.
Que estão presentes no dia a dia,
Ou aquelas que no dia em que estão por perto, é um grande presente.

Agradecer pela palavra amiga,
Da bronca com amor,
Do conselho arriscado.

Agradecer pelo abraço,
Pelo olhar de cumplicidade,
E por me ouvir sem pressa.

Agradecer pelas histórias que já vivemos,
Por aquelas que imaginamos,
E por aquelas que nos surpreenderão. 

Agradecer pela amizade e carinho, 
Desde sempre e
Até nos dias que eu não mereci.

Que hoje eu agradeça a Deus,
A família, aos amigos,
À Vida. 

Que hoje eu seja motivo
De gratidão para alguém.

E que mesmo no dia triste,
Bagunçado,
Quase sem sentido,
Eu encontre motivos para agradecer.

E que mais do que um dia,
Eu tenha uma vida inteira de ação de graças!


Texto inspirado nesse outro texto meu, publicado em Mais Viver Unimed Paulistana.

Poesia

Como compreender tamanho amor?

As palavras não poderiam descrevê-lo com perfeição
Pois antes mesmo que elas existissem, Ele é.

Os céus não poderiam contê-lo,
Nem a religião limitá-lo.

A ciência não poderia explicar 
Nem tão pouco minha mente entender. 

Afinal, como compreender que Ele, enquanto criava céus e terra cheios de beleza, também pensava em mim?
Como compreender que Aquele que é o Deus Todo-Poderoso buscava a companhia de Adão no jardim?

Como compreender que Aquele que é o Deus cheio de Glória e Majestade se sujeitou a um corpo humano?
Que Aquele que é Deus Tão Grande se fez menino e habitou entre nós?

Como compreender que Aquele que é a própria Vida aceitou morrer por mim?
Como compreender que todo o sofrimento, entrega e submissão de Cristo até a morte (e morte de cruz), foi para que eu pudesse voltar para seus braços, em paz?

Como compreender a dimensão do que faz por mim desde que nasci?
Que o Deus Soberano se importa com cada dor, medo, angústia do meu coração?

Como poderia compreender a profundidade do seu amor?
Que o Deus que é Santo, Santo e Santo amou a mim, pecador?

Ainda que eu vivesse mil anos, não compreenderia mais do que compreendo hoje.
Ainda que passasse todos os minutos O agradecendo, não bastaria diante do que recebi.

Oh, que bom saber que terei a eternidade para agradecê-lo e louvá-lo.
Que terei a eternidade para compreender e viver todo esse Amor!
E como é maravilhoso saber que ainda assim não será suficiente!

Poesia

O cuidado de Deus

Recentemente, me pediram para compartilhar um testemunho do meu relacionamento com Deus. E  assim, ele surgiu…

Como começar o meu testemunho?

Bem, eu não tive câncer para contar como fui curada dele. Não sofri um grave acidente de carro para contar como sobrevivi a ele. Também nunca usei drogas para contar como fui liberta do vicio. Como se vê, não haverá nada de espetacular nesse testemunho. Mas, claro, isso depende muito do ponto de vista.

Porque diariamente vejo, sinto e percebo o cuidado e amor de Deus na minha vida. Coisas até simples, mas que se eu não estivesse bem atenta poderia achar que foi o acaso ou a sorte.

Como, por exemplo, na vez que tive uma grave reação alérgica e depois de dias indo a diferentes médicos, um deles me disse: não sei como você ainda está viva.

Ou quando roubaram meu notebook e depois de ter ficado tão triste por ter perdido minhas centenas de fotos (lembrete: sempre faça BKP dos seus arquivos), descobri que uma amiga tinha salvado todas as minhas fotos num CD, alguns dias antes, só porque ela sentiu vontade de fazer isso.

Teve também a vez em que eu fiquei desempregada e orei: Pai, só quero ser chamada para fazer entrevista quando for para eu passar.  E realmente, fiquei um ano inteiro sem receber nenhuma proposta de emprego. E quando ela chegou, fiz a entrevista já na certeza de que aquele era o emprego que Deus tinha preparado para mim. O que de fato aconteceu e estou nele há quase 4 anos.

A faculdade também foi uma providência de Deus. Eu não tinha condições para pagar, e depois de alguns anos orando e tentando, ganhei bolsa integral para fazer Relações Públicas na Metodista. Durante os 4 anos, em cada amizade, em cada trabalho, prova e apresentação, pude ver o quanto Deus estava cuidando de mim. Sem dúvidas, o COMUN (Comunhão Universitária) também foi um cuidado muito especial, um bálsamo para consolar e alegrar as minhas manhãs (devocionais) e noites (com os cultos na praça ou na Capela).

Outra situação que guardo com muita gratidão foi a oportunidade que eu tive de me despedir de um amigo que eu sequer poderia imaginar que partiria desse mundo.  2 semanas antes daquele triste sábado em que ele partiu, ele foi até a minha casa e me deu um abraço tão forte que ainda hoje posso sentir. Sei que foi Deus que preparou aquele momento.

Teve uma vez que eu precisava de um caderno e me programei para ir comprar. Não precisei. Naquele mesmo dia meu irmão entrou em casa e, com um caderno na mão, me perguntou se eu queria para mim. Gente, coisa simples mesmo! Mas que enche meus olhos de lágrimas de alegria…

Você se atrasa para algo importante, e eis que o ônibus que você precisa passa no instante em que você chega ao ponto. Você está com saudade de alguém e encontra essa pessoa em um cruzamento na movimentada cidade de São Paulo. Você vai comprar um tênis e o sistema do cartão cai. Aí, você entra na próxima loja e encontra o mesmo tênis R$ 40,00 mais barato.

Eu poderia passar horas e horas aqui contando dessas coisas simples. Coisas que vivencio todos os dias. E que mostram o quanto Ele se importa!

E mesmo se não houvesse nada para contar, mesmo que Ele não tive me dado nenhuma dessas coisas, ainda assim eu poderia dizer o quanto sinto seu amor, o quanto sua graça me basta!
Pois eu estava separada de Deus. Em condenação. Em pecado. Cega. Minhas obras eram trapos de imundícia. Eu estava longe de Deus. Sem nenhuma esperança. Ai de mim que ia perecendo!

Mas Ele me amou! Me perdoou. Me reconciliou com Deus. Me deu vida e esperança.
O que Cristo fez naquela cruz sempre será o meu maior testemunho!

Que você possa abrir os olhos para o amor e cuidado de Deus. Demonstrados naquela cruz e em cada detalhe da sua vida.

Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,
estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus! (Efésio 2.4)