Poesia

Os Bons Momentos do Dia


Às vezes me vejo como um robozinho. O despertador toca e inicia-se a jornada minimamente cronometrada. Um ritual com poucas variáveis: arrumar-se, tomar café, conferir a bolsa, devocional, carona até o ponto de ônibus.

E o dia vai seguindo assim, no seu próprio ritmo. Depois dele, vem o outro e quando se vê, a semana já passou. Mesmo que me esforce para incluir novidades no meu dia, a tal rotina acaba se tornando inevitável.

Então, o que me faz sentir que estou vivendo e não apenas passando por essa vida? Os momentos. Sim, aqueles momentos simples e maravilhosos que acontecem no meio dessa loucura do dia a dia.

Se eu paro para prestar atenção, percebo que o dia é recheado deles. Um e-mail de um amigo, um caso contado pelo meu pai, a comida caprichada feita pela mãe, ouvir uma boa música.

Já faz tempo que deixei de esperar grandes acontecimentos para estar feliz. É claro que o casamento de um amigo, a formatura da irmã e a tão planejada viagem são marcos na nossa história, que geram grandes expectativas de felicidade. Mas não são os únicos!

Cada dia tem sim o seu valor.
Um verdadeiro presente de Deus, prontinho para desfrutarmos.  
Saber decifrar isso fará toda a diferença.
Saber aproveitar e se maravilhar com os momentos tão simples e corriqueiros, fará com que sentimos a vida com toda a beleza que ela tem. 


*Texto meu também publicado em Blog Mais Viver Unimed Paulistana

Poesia

Saudade

Ah, quanta saudade!

Enchendo o coração com tantas lembranças
Trazendo sorriso ao pensar em um momento de alegria
Ou lágrimas ao pensar que a pessoa que estava nesse momento já não pode mais estar.

Sentir saudade é assim… 
É querer voltar no tempo
É, apesar do tempo, ainda conseguir ouvir a leveza de uma risada
Ainda conseguir sentir o calor de um abraço. 
É rever fotos
Reler cartas
Reavivar momentos com tantos detalhes que é como se estivesse vivendo-os novamente.

Sentir saudade é assim…

É ver nos quadros da memória aqueles que marcaram a vida…
(A professora que ensinou a ler,
O amigo com quem repartia o lanche no recreio,
O avô com seu abraço carinhoso.)
É contar pela milésima vez sobre um dia especial
Ou sobre um dia comum ao lado de alguém que muito amou
Sentir saudade é simplesmente assim…
Poder olhar para trás com o coração apertado
E ter a certeza de que valeu a pena!
Poesia

Tempestade

Nesse caminho da vida, muitas vezes sou surpreendida
São momentos pelos quais não esperava,
Me fazendo chorar, me levando a dúvidas
Decepções, dores e despedidas que
nem sequer imaginava

Me dizem para ter calma, pois a tempestade sempre passa
Mas eles não percebem que quando passar levará consigo quase todas as minhas forças?
Que desfará sonhos e deixará feridas abertas?
Que nem haverá mais lágrimas para derramar?

Tempestade violenta que demora a passar…

Será que quando o céu clarear haverá um arco-íris?
Será que a estrada ficará limpa e eu conseguirei recomeçar?
E será que quando a próxima surgir estarei mais forte para enfrentá-la?

Apenas sei que esta é só mais uma tempestade que encontro no caminho da vida…