Poesia

Em Obras

Quem já passou por uma construção ou reforma de casa sabe o quanto trabalho dá. É preciso fazer um bom planejamento, investir recursos, dispor tempo, comprar produtos de qualidade e escolher bem as pessoas que farão o trabalho.

Às vezes, todo o processo de construção ou reforma leva mais tempo do que imaginávamos, mais gastos do que queríamos e mais paciência do que temos. Mas depois que o trabalho é finalizado, que satisfação! Pois é a nossa casa, o lugar para onde sempre podemos voltar depois de um dia ruim.

Sabe, a nossa vida pode ser comparada a uma casa. Primeiro, é preciso erguê-la sobre bases fortes, que são os nossos valores e aquilo em que acreditamos.

Depois, vamos construindo área por área, cômodo por cômodo. E todos eles merecem atenção e zelo. Se, por exemplo, você investe todo o seu tempo para construir o cômodo profissional, é bem provável que sua família se torne só um quartinho dos fundos, mofado, sem ventilação e sem vida. E isso, um dia ou outro, irá danificar todo o resto.

Mesmo quando a casa está pronta, não podemos achar que o trabalho acabou. Sempre há algo para melhorarmos aqui ou decorarmos ali. O cuidado é diário, pois se descuidarmos, as paredes descascam e ervas daninhas crescem.

Na vida, também é assim. Sempre há o que melhorar em nosso caráter, relacionamentos e em cada pequeno canto. E se isso não acontecer, nossa vida vai desmoronando sem sequer percebermos.

E como é importante cuidar da limpeza! Jogar fora todas as coisas que estão ocupando espaço, incomodando e que não têm nenhuma serventia. Mesmo que elas estejam escondidas ou disfarçadas, livrar-se delas é a atitude mais sábia. As mágoas e ressentimentos são algumas dessas coisas. Só quando as tirarmos da nossa “casa” é que teremos espaço para o perdão e o recomeço.

Bem, nossa vida, por mais simples que seja, pode se tornar um palácio. O nosso palácio. Desde que esteja constantemente em obras. Sendo construída, reformada, melhorada, expandida e decorada com flores, bons amigos e sonhos.

Eu estou em obras. E você?
*Texto meu também publicado em Mais Viver Unimed Paulistana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s