Poesia

O vento, as folhas e a árvore

O vento sopra, as folhas caem, mas a árvore permanece
 


O vento sopra.
Há dias que é brisa refrescante.
Mas há dias que é um verdadeiro vendaval.
E as folhas não resistem.
Elas são levadas com o vento, sem piedade.
Uma a uma, elas se soltam.
E há dias que parece que não sobrará nenhuma.
Mas mesmo quando as folhas se vão, a árvore fica.
Ela pode até pensar que irá se partir.
Ela pode até se inclinar.
Mas ela é forte. Ela é resistente. Ela permanece.

E assim é a vida.
As aflições nos sacodem.
As decepções nos agridem.
As dúvidas e os medos sopram sobre nós.
É o cruel vento da diversidade tentando levar embora nossas folhas de esperança, de tranquilidade, de amor, de alegria.
E há dias que ele consegue.
Ficamos como árvores secas. Sem graça. Sem cor.
Mas ainda assim, por mais fracos e desesperançados que estejamos,
É possível resistir. Permanecer.
Porque esse é o tempo do crescimento.
Da mudança.
Da transformação.
Esse é o tempo de confiar no Criador,
Sabendo que por mais forte e agressivo que seja o vento, as raízes estão firmadas nEle.
E Ele é mais forte. Seu amor é o mais resistente.
Esse é o tempo da fé.

Veja! O vento aquietou.
Novas folhas estão surgindo.
E junto com elas, frutos.
E as mais belas e coloridas flores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s