Poesia

O amor nunca falha!

Em muitos países hoje é comemorado o Dia de São Valentim, também conhecido como o Dia do Amor. Mas por lá, não são só os casais de apaixonados que se beneficiam da data. Amigos, vizinhos, irmãos, pais e filhos aproveitam o dia para dar presentinhos, enviar cartões, se verem, se declararem e assim, celebrarem essa linda dádiva que é o amor.

Mas o que é o amor? Muitos já tentaram explicá-lo, mas cada um o vê de uma forma. Nem eu, por mais poeta e romântica que me sinta, me atreveria a defini-lo. No entanto, quero compartilhar um pouco daquilo que penso sobre ele.

Para mim, amor vai além de borboletas no estômago ou declarações apaixonantes. Ele significa compromisso, cuidado, querer bem. A melhor forma de mostrar que ele existe é por ações. Quando nos importamos com o outro, quando tentamos protegê-lo (às vezes, até de nós mesmos), perdoamos e também, damos bronca quando está errado.

Pequenos gestos que indicam que o amor se faz presente. Uma ligação no meio da tarde para dizer que está com saudade. Chorar de alegria porque sua irmã ganhou uma bolsa de estudo. Sentir falta do filho, 5 minutos depois de deixá-lo na escolinha.

Até as preocupações “bobas” do dia a dia podem provar quanto amor há no relacionamento. Por exemplo, quando perguntamos se está com fome, se pegou blusa de frio ou sombrinha ao sair de casa.

O amor é querer estar junto. E mesmo quando se está longe, sentir a pessoa amada perto.
No amor, não temos medo. Ele nos ajuda a enfrentar as dores, nos torna mais fortes, nos dá razão para continuar. O amor faz bem. Para quem ama e para quem é amado.

Como diz a Palavra, o amor não busca seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal… Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha!

E como diz o vídeo logo abaixo, que conta uma história real e emocionante, o amor é não ir embora quando o outro mais precisa.

Que o amor que você tem por Deus, pelo seu namorado(a), marido(esposa), filhos, pai, mãe, avós, irmãos, sobrinhos, primos, tios, amigos e quem quer que seja, possa ser declarado e demonstrado. Hoje e sempre.

\”Meus filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas por obra e em verdade.\”
1 João 3:18

*Texto meu também publicado em Mais Viver Unimed Paulistana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s